Museu do Dinheiro está a recrutar



O Banco de Portugal admite técnico(a) superior de numismática e notafilia para o exercício de funções no Departamento de Comunicação e Museu - Museu do Dinheiro.


O Banco de Portugal inaugurou em abril de 2016, o Museu do Dinheiro que apresenta o tema do dinheiro, a sua história e a sua evolução, em Portugal e no Mundo.


PUB

O Banco de Portugal admite técnico(a) superior de numismática e notafilia para o exercício de funções no Departamento de Comunicação e Museu - Museu do Dinheiro.
Entre as principais responsabilidades, os candidatos deverão ser capazes de: 
  • Assegurar, participando em sistema de corresponsabilidade, os procedimentos de abertura e encerramento das instalações de segurança e reservas, bem como garantir a guarda e gestão do acervo museológico;
  • Registar, inventariar, classificar e acondicionar objetos do acervo; organizar espaços de reserva e preparação de objetos para exposição;
  • Processar pedidos de cedência de peças e de imagens;
  • Elaborar propostas de aquisição;
  • Produzir e acompanhar a montagem de exposições;
  • Manusear, acondicionar e acompanhar peças fora das instalações do Museu incluindo peças para incorporação ou empréstimo;
  • Executar o plano de conservação preventiva do Museu, monitorizar as condições ambientais e supervisionar as operações de manutenção afetas às áreas públicas do Museu;
  • Executar pequenas intervenções de estabilização de processos de deterioração em objetos do acervo;
  • Apoiar a produção de conteúdos interpretativos.

Os candidatos deverão ter como habilitações académicas:
Licenciatura pré-Bolonha, ou licenciatura pós-Bolonha com parte escolar de mestrado concluída, em áreas de conhecimento relevantes para a função (História; Arqueologia; História da Arte; Conservação e Restauro; Ciências do Património).

Se reúne as condições requeridas poderá apresentar a sua candidatura até ao próximo dia 03/12/2020 (inclusive), na página de recrutamento do Banco de Portugal.



O Museu do Dinheiro

O Museu do Dinheiro, inaugurado em abril de 2016, está localizado na Baixa de Lisboa, na antiga igreja S. Julião, e apresenta o tema do dinheiro, a sua história e a sua evolução, em Portugal e no Mundo. A museografia, da autoria do ateliê Providência Design, desenvolvida com a equipa do Banco de Portugal, assenta em núcleos temáticos que focam os artigos-padrão, o dinheiro no mundo e a sua história ao longo dos séculos, o fabrico da nota e da moeda, o Banco de Portugal e as suas principais atribuições, e o papel do dinheiro na vida do cidadão.

O Museu do Dinheiro conta com uma diversificada programação cultural e educativa para todas as idades que, de forma original e pedagógica, permite envolver toda a família.

A Associação Portuguesa de Museologia (APOM) distinguiu o Museu do Dinheiro do Banco de Portugal como “Melhor Museu do Ano 2017”.



Acompanhe o Feed de Empregos no Facebook