A SG da Presidência do Conselho de Ministros abriu concursos externos

A Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros (SGPCM) é um serviço central no âmbito da Presidência do Conselho de Ministros dotado de autonomia administrativa e que depende diretamente do Primeiro-Ministro ou do membro do Governo em quem aquele delegar.

A SGPCM tem por missão assegurar e coordenar o apoio jurídico, informativo, técnico e administrativo à Presidência do Conselho de Ministros (PCM) e ainda assegurar as funções de inspeção e auditoria, através da apreciação da legalidade e regularidade dos atos praticados pelos serviços e organismos da PCM, ou sujeitos à tutela dos membros do Governo integrados na PCM, bem como avaliar a sua gestão e os seus resultados, através do controlo de auditoria técnica, de desempenho e financeiro. 
PUB

A SGPCM abriu procedimentos concursais destinados a candidatos com e sem vínculo de emprego público previamente constituído, nas seguintes categorias:


ASSISTENTES OPERACIONAIS: 4 postos de trabalho.

Referência A: 2 postos de trabalho.

Funções: Colaborar na prestação de serviço de mesa nas refeições e em eventos, visitas e cerimónias oficiais, entre outras.

Referência B: 2 postos de trabalho.

Desempenhar as funções de motorista de ligeiros, entre outras.

Consultar aviso de abertura - aqui.


ASSISTENTES TÉCNICOS: Dois postos de trabalho.

Formação académica: 12.º Ano de escolaridade ou equivalente.

Referência A: 1 posto de trabalho.

Funções: Assegurar o registo de entradas/saídas de documentos e respetiva expedição; Assegurar o tratamento do correio; Pesquisar e disponibilizar documentos para consulta; entre outras.


Referência B: 1 posto de trabalho.

a) Apoiar a realização das reuniões do Conselho de Ministros na área dos audiovisuais e multimédia;

b) Apoiar as conferências de imprensa na Residência Oficial do Primeiro-Ministro e eventos similares noutros locais designados, na área dos audiovisuais e multimédia;

c) Providenciar pela manutenção e testagem dos materiais e equipamentos que lhe sejam confiados, bem como acautelar as necessidades de inventário;

d) Dar conhecimento superior de avarias ou anomalias dos equipamentos e materiais;

e) Apoiar na produção e realização de conteúdos audiovisuais e multimédia;

f) Desempenhar atividades técnicas na área do som, imagem e iluminação, por exemplo, operar com equipamentos de som e dar apoio técnico a nível de iluminação e edição de imagem;

g) Trabalhar com câmaras fotográficas, câmaras de filmar, gravadores de áudio e restantes equipamentos periféricos;

h) A execução de outras funções ou tarefas que sejam cometidas por deliberação, despacho ou determinação superior.

Consultar aviso de abertura - aqui.


TÉCNICOS SUPERIORES: Três postos de trabalho.

Referência A: 1 posto de trabalho.

Exercício de funções consultivas, de estudo, planeamento e avaliação e aplicação de métodos e processos de natureza técnica e ou científica, que fundamentam e preparam a decisão. Elaboração, autonomamente, ou em grupo, de pareceres técnico-jurídicos, estudos e projetos, com diversos graus de complexidade, e execução de outras atividades de apoio técnico especializado nas áreas de atuação comuns, instrumentais e operativas da Secretaria-Geral da Presidência do Conselho de Ministros.

Referência B: 1 posto de trabalho.

Preparação, coordenação e acompanhamento das deslocações oficiais do Primeiro-Ministro, e membros do seu Gabinete, em território nacional e ao estrangeiro; Preparação e acompanhamento de visitas oficiais de entidades estrangeiras, Acompanhamento de representantes dos órgãos de comunicação social, nacionais e estrangeiros, e realização de contactos institucionais com os corpos diplomáticos; (entre outras).

Referência C: 1 posto de trabalho.

Exercício de funções de estudo, planeamento e aplicação de métodos e processos de natureza técnica e jurídica na área arquivística; Elaboração de ofícios, informações e notas internas; Gestão do correio eletrónico institucional; Classificação de documentos e criação de processos; Gestão do arquivo físico e digital; Garantir a organização do arquivo corrente e intermédio; Assegurar o registo de entradas/saídas de documentos e respetiva expedição.


Formação académica: Licenciatura adequada preferencialmente em Direito para as referências A e C. Licenciatura adequada preferencialmente em Ciência Política e Relações Internacionais para a referência B.

Consultar aviso de abertura - aqui.





CANDIDATURAS ATÉ 25 DE JUNHO 2021.


Obter formulário de candidatura


Avisos publicados no Diário da República em 11 de junho


Siga o Feed de Empregos no Facebook