Subsídios e abonos vão poder ser pagos em cartão



Beneficiários vão poder escolher se querem receber os subsídios e abonos através cartão ou se preferem continuar a receber por transferência. Adesão será voluntária.

PUB



O objetivo passa por simplificar o pagamento de mensalidades como o rendimento social de inserção, o subsídio de desemprego ou o abono de família. A notícia é avançada na edição desta sexta-feira do Jornal de Notícias (JN).

A operacionalização do pagamento de prestações familiares e sociais através de cartões pré-pagos terá um investimento de 825 mil euros, valor que, segundo o Governo, não pode excedido.

O JN indica que o cartão pré-pago vai permitir vários tipos de pagamentos, mas que existem exceções. Não vai ser possível fazer compras no estrangeiro ou online nem pagar a via verde, por exemplo. O diário também esclarece que o apoio alimentar não está incluído.

O jornal estima que 207 mil pessoas possam vir a aderir e a receber o pagamento das prestações dos apoios por via deste cartão. A medida poderá ser implementada até final de 2022.


Siga Feed de Empregos no Facebook