Programa Regressar: emigrantes podem pedir apoio para voltar a Portugal




Os trabalhadores portugueses que emigraram e querem regressar a Portugal podem aderir ao Programa Regressar.

O Programa Regressar foi criado para responder a três desafios iniciais: o desafio da coesão nacional e social, o desafio de garantir um novo motor de desenvolvimento da economia e o desafio de contribuir para o rejuvenescimento demográfico do país.

PUB

O Programa Regressar prevê a “criação de novos incentivos que reduzam os custos do regresso a Portugal e que facilitem a transição profissional e geográfica para os trabalhadores e para os seus agregados familiares”. 

A Medida de Apoio ao Regresso de Emigrantes a Portugal traduz-se em apoio financeiro a conceder pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional, I.P. (IEFP) aos emigrantes ou familiares de emigrantes que iniciem atividade laboral por conta de outrem no território de Portugal continental, mediante a celebração de um contrato de trabalho sem termo entre 1 de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2021. 
O apoio financeiro é majorado em função da dimensão do agregado familiar associado a este regresso e da localização do posto de trabalho em território do interior, estando ainda previstos apoios complementares para comparticipação de despesas com a viagem de regresso e transporte de bens para Portugal, bem como de eventuais despesas com reconhecimento de qualificações académicas ou profissionais.

Para mais informações sobre os apoios consulte a Página do IEFP - Programa Regressar

Acompanhe o Feed de Empregos no Facebook