100.000 computadores serão entregues aos alunos no 1º período

 


O processo de universalização da escola digital arranca com a disponibilização de cem mil computadores e de plano de formação.

PUB

O Ministério da Educação, em comunicado emitido em 11 de setembro, informa que "A primeira fase do processo de universalização da escola digital está em curso, incluindo o acesso e a utilização de recursos didáticos e educativos digitais, e conta, já no 1.º período letivo, com a disponibilização dos primeiros cem mil computadores".

A prioridade de fornecimento dos primeiros equipamentos são os alunos abrangidos por apoios no âmbito da Ação Social Escolar, tendo os computadores tipologia diferenciada por ciclo de ensino e acesso à internet por banda larga móvel.

Este programa assenta em quatro pilares: equipamentos, conectividade, capacitação dos professores e recursos pedagógicos digitais.

Tal como referido no Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), a universalização da escola digital, com um investimento total de 400 milhões de euros, será cumprida de forma faseada, tendo como objetivo alcançar todos os alunos e docentes das escolas públicas.

O Ministério da Educação, esclarece no mesmo comunicado, que deu início a um conjunto de diferentes iniciativas-chave com o objetivo de construir as várias vertentes deste programa de forma sólida, incluindo:

- Um diagnóstico do nível de competência dos professores que permitirá direcionar o programa para a sua formação e capacitação;

- A formação de formadores que permitirá capacitar um elevado número de professores;

- A criação de planos de transição digital para cada agrupamento de escolas;

- A criação da figura do "Embaixador Digital" nos Centros de Formação (CFAE), com o objetivo de dinamizar a implementação dos planos de transição digital locais;

- Um programa piloto de desmaterialização de manuais escolares.


Acompanhe o Feed de Empregos no Facebook