Aberto processo de Recrutamento Centralizado 2020



O Recrutamento Centralizado é uma modalidade de procedimento concursal, prevista na Portaria n.º 125-A/2019, de 30 de abril,  que visa dotar a Administração Pública de recursos humanos qualificados, salvaguardando o mérito, a eficiência e a transparência.

O procedimento de recrutamento centralizado é assegurado pela Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas – INA.

Tendo por base o levantamento das necessidades de vários órgãos e serviços, desenvolve-se o processo de recrutamento e seleção de candidatos, em dois momentos principais:

  • O procedimento de constituição de reserva – este procedimento visa a constituição de uma reserva, resultante da aplicação de dois métodos de seleção: a prova de conhecimentos e a avaliação psicológica;

  • O procedimento de oferta de colocação do candidato – nesta fase, os candidatos na reserva têm a oportunidade de se candidatar aos postos de trabalho em oferta, mediante a realização de uma entrevista profissional de seleção.


PUB

Em 25 de setembro de 2020 foi publicado em Diário da República o Aviso (extrato) n.º 14752-A/2020 - abertura de procedimento concursal na modalidade de recrutamento centralizado para constituição de reservas de recrutamento em entidade centralizada de recrutamento, na carreira e categoria de técnico superior, nas áreas jurídica, económico-financeira e estatística.


Requisitos de admissão:

Os candidatos devem reunir até à data limite de apresentação da candidatura, os seguintes requisitos gerais e especiais:


Requisitos gerais: os previstos no artigo 17.º da LTFP:

a) Nacionalidade portuguesa, quando não dispensada pela Constituição, por convenção internacional ou por lei especial;

b) 18 anos de idade completos;

c) Não inibição do exercício de funções públicas ou não interdição para o exercício daquelas que se propõe desempenhar;

d) Robustez física e perfil psíquico indispensáveis ao exercício das funções;

e) Cumprimento das leis de vacinação obrigatória.


Requisitos especiais:

Ser titular do grau académico de licenciatura dentro das seguintes áreas de formação académica:

Referência A: Jurídica

Área de Educação e Formação: Direito.

Licenciatura abrangida pela referência: Direito.


Referência B: Económico-financeira

Áreas de Educação e Formação:

a) Economia,

b) Finanças, Banca e Seguros,

c) Gestão e Administração

d) Contabilidade e Fiscalidade

Licenciaturas abrangidas pela referência:

Administração e Finanças, Administração e Gestão de Empresas Administração e Gestão Pública, Administração Pública, Contabilidade, Contabilidade e Administração, Contabilidade e Administração Pública, Contabilidade e Auditoria, Contabilidade e Finanças, Contabilidade e Fiscalidade, Contabilidade e Gestão, Contabilidade e Gestão Financeira, Contabilidade Pública, Economia, Economia e Finanças, Finanças, Finanças e Contabilidade, Fiscalidade e Auditoria, Gestão, Gestão de Empresas, Gestão e Administração Pública, Gestão Pública.


Referência C: Estatística

Áreas de Educação e Formação:

a) Estatística.

b) Matemática.

Licenciaturas abrangidas pela referência:

Estatística Aplicada, Matemática Aplicada, Matemática, Matemática Aplicada à Economia e à Gestão, Matemática Aplicada à Engenharia, Matemática Aplicada à Gestão do Risco, Matemática Aplicada à Tecnologia e à Empresa, Matemática Aplicada e Computação, Matemática e Aplicações, Otimização e Inovação.


O período de candidaturas decorre entre as 0:00h de 28 de setembro e as 23:59h de 19 de outubro de 2020.


As candidaturas são formalizadas online na página BEP - Recrutamento Centralizado.

Ver aviso de abertura do procedimento - BEP.

Ver Aviso (extrato) n.º 14752-A/2020 - DRE.

Consultar a Página INA - Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas - Recrutamento Centralizado.


+ Artigos de Interesse

800 técnicos superiores foram selecionados através do Recrutamento Centralizado - 03 de julho 2020


Acompanhe o Feed de Empregos no Facebook